Garibalde enaltece Dia nacional do Sistema Braille

O deputado estadual garibalde Mendonça, MDB, enalteceu o Dia Nacional do Sistema Braille nesta segunda-feira 8, data em que se comemora em todo Brasil.

O parlamentar disse que a data tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância das políticas públicas para inclusão das pessoas cegas no sistema educacional do Brasil, e que a comemoração também visa a reflexão sobre a empregabilidade de mecanismos que favoreçam o desenvolvimento intelectual, profissional e social das pessoas cegas ou com pouca visão.

“Aqui em Sergipe sou autor de uma Lei que obriga as empresas prestadoras de serviços enviarem suas cobranças no Sistem Braille, quando se tratar de consumidores com deficiência visual e, ou pouca visão”, lembrou Garibalde.

O Braille é um sistema de códigos em alto relevo que representa todas as letras do alfabeto, números, símbolos aritméticos e etc. O sistema é composto por seis pontos, divididos em duas colunas de três pontos, formando no total 63 combinações diferentes, sendo cada um representante de um número, letra, pontuação e etc. O sistema Braille foi criado na França, em 1825, pelo francês Louis Braille, que perdeu a sua visão quando tinha apenas 3 anos de idade.

O deputado contou um pouco da história de como foi criado o Dia Nacional do Sistema Braille no Brasil, dizendo da homenagem ao nascimento de José Álvares de Azevedo, o primeiro professor cego do brasileiro.
“José de Azevedo nasceu cego e, aos 10 anos de idade, foi enviado para estudar no Instituto Real dos Jovens Cegos, em Paris. Lá aprendeu a recém criada técnica de Braille. Ao voltar ao Brasil, ensinou e espalhou o novo sistema de educação para cegos pelo país. Devido a sua importante contribuição para a melhoria no aprendizado das pessoas com deficiência visual, José de Azevedo recebeu o título de “Patrono da Educação para Cegos no Brasil”, lembrou e concluiu Garibalde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *