Garibalde diz que fechamento de agências será um caos

O deputado Garibalde Mendonça (MDB), afirmou na sessão desta quarta-feira, 4, que esperava um embate maior quando da presença do presidente do Banco do Estado de Sergipe (Banese), na Comissão de Orçamento e Finanças da Assembleia Legislativa de Sergipe, Fernando Mota. Ele entende que se a medida for concretizada, haverá um caos no comércio dos municípios.

“Eu não faço parte desta comissão, mas ontem eu acompanhei a explanação do presidente do Banese e achei as palavras da presidente do Sindicato dos Bancários, Ivânia Pereira, muito tranquilas. O presidente Fernando Mota falou sobre o provável fechamento de 17 agências e depois o presidente da Federação dos Municípios, Cristiano Beltrão se pronunciou, mas eu esperava um embate maior entre as partes envolvidas”, entende.

Garibalde destacou os prejuízos com o fechamento de agências do Banco do Estado de Sergipe na capital e no interior. “Houve um erro e esse erro precisa ser reparado. Estou preocupado, pois tirar uma agência de Areia Branca, vai prejudicar o comércio, pois vai levar os moradores a irem comprar em Itabaiana e voltarem sem dinheiro para o município, então vai acabar com o comércio local, a exemplo o que acontecerá nas outras cidades. Isso vai ser um caos”, acredita.

Quanto à reunião marcada para a próxima sexta-feira, 6, para definir os rumos das agências do Banese, Garibalde Mendonça enfatizou: “Espero que os rumos sejam definidos nessa reunião, mas eu acho que um lucro de 14 mil reais por mês (de cada agência) para o banco, não é nada, pois o trabalho social e cultural que o Banese faz com cavalgadas, festas juninas e carnaval é bem superior”, entende.


Por Aldaci de Souza  – Rede Alese

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *